Custo Gerencial e Custo Real

Publicado em

Custo e eficiência operacional continuam sendo palavras de ordem. Neste post vamos falar um pouco sobre a diferença entre custo gerencial e custos contábil. Selecionamos também os temas mais acessados sobre este assunto tão importante que requer acompanhamento sistemático. 

Custo Gerencial: No cálculo dos custos e estimativa do preço de venda de cada coleção são apurados com base na previsão de matérias primas, tecidos, aviamentos e mão de obra previstos para aquele produto, incluídos os custos variáveis e impostos como fretes, margem de contribuição, margem de lucro, ICMS, simples nacional, comissões e outros.

Nestes casos, o custo será calculado no inicio da coleção com base na ficha técnica elaborada pelo setor de criação, considerando a quantidade de materiais utilizada na peça piloto.

Custo Real: Neste modelo os custos são calculados durante o processo de produção levando em conta o consumo das matérias primas e o custo real da mão de obra. Neste modelo, as matérias primas consumidas e que não foram indicadas em nenhuma das fichas técnicas dos produtos fabricados serão indicadas, gerando um alerta para correção da ficha ou indicação de produtos substitutos.

 

Mais Lidas:

Faça um orçamento anual

Especialistas em educação financeira afirmam que culturalmente o brasileiro ainda não adquiriu o hábito de organizar suas finanças e fazer um orçamento anual.

No entanto, empresários e microempreendedores sabem que a organização do orçamento, seja ele mensal ou anual, é imprescindível para ver os frutos da sua empresa.

Em níveis mundiais, o Brasil é o 5º maior detentor de sistemas de produção têxtil e já ostenta a 4ª posição na produção de vestuário...

Continue Lendo:  Acompanhe seu Orçamento Anual 

Como precificar seu produto?

Precificar os produtos e serviços corretamente permite que empresas controlem seus recursos financeiros e façam seu negócio crescer.

A formação do preço de venda equivocada pode resultar em sérios prejuízos, incluindo encerramento das atividades da firma.

A precificação deve considerar fatores como custos, despesas, perdas e margem de lucro no seu cálculo. Além disso, a média de preço praticada pela concorrência precisa ser tida como guia...

Continue Lendo: Como Precificar seu Produto?

Custeio Integrado: qual o objetivo?

Não há empresa que sobreviva em um mercado competitivo sem promover a eficiência operacional e financeira. Assim, reduzir despesas e eliminar os efeitos do desperdício são palavras de ordem.

Métodos de custeio, que servem tanto para o fisco quanto para análise interna, podem ajudar neste processo.

Com informações precisas e atualizadas proporcionadas por estas atividades, o papel decisório dos gestores incorrerá em decisões mais seguras...

Continue Lendo: Custeio Integrado: qual o objetivo?

 

Clique aqui e saiba mais sobre o Sistema para Confecção da OrganizaTextil! 

 

Posts Relacionados

Confira um pouco mais do nosso blog abaixo.
#EuVistoBrasil Apoie Essa Idéia

Saiba Mais
Custo Gerencial e Custo Real

Saiba Mais
Máscaras, Eficiência e Crise, 9 Dicas!

Saiba Mais