Gestão de Estoque de Lojas

Publicado em

O sucesso de uma loja de roupas envolve um conjunto de ações focadas não somente na venda em si, mas numa administração completa e eficiente. Nesse sentido, realizar uma boa gestão de estoque é fundamental.

Neste artigo, você verá a importância da gestão de estoque de lojas, os métodos utilizados e dicas de como implementar um controle de estoque organizado, que facilite a operação do estabelecimento como um todo.

O estoque é o local onde ficam armazenadas as peças de roupas disponíveis para a venda. Representa uma reserva que a loja possui para repor peças das araras ou ainda oferecer aos clientes mais opções de cores e tamanhos.

A gestão de estoque está diretamente relacionada à lucratividade da empresa e por essa razão, precisa ser pensada de forma estratégica e competente.

Seu objetivo é proporcionar controle sobre o que está à disposição para venda e o que precisa ser reposto.

Assim, sua loja terá a quantidade e variedade de peças necessárias para atender a demanda. O cliente, por sua vez, encontrará o que busca e as chances de obter a satisfação e até a fidelização dele serão grandes.

Produtos parados no estoque
Se tem algo que nenhum lojista deseja é ficar com suas peças de roupa acumuladas no estoque, sem conseguir vendê-las.

Para que isso não aconteça, é preciso ficar atento, mesmo porque, ao lidar com peças de vestuário é necessário considerar as tendências da moda que, geralmente, não duram muito tempo.

Quando uma coleção está saindo de moda, é natural que o cliente perca um pouco do interesse.

Nesse momento, o ideal é começar a praticar algumas técnicas para aumentar o giro de estoque e consequentemente, as vendas.

Promoções e descontos são as práticas mais conhecidas. Muitas pessoas, inclusive, ficam aguardando o final das estações para garantir menores preços, já pensando na temporada seguinte.

Outra tática comum, é apostar no visual. Colocar as peças encalhadas em destaque nas vitrines ou com marcações diferenciadas e chamativas costumam surtir efeito positivo, ainda mais se utilizada em conjunto com as promoções.

Métodos para gestão de estoque
Para guiar os lojistas, existem métodos de organização de estoque que precisam ser conhecidos.

PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai)
Essa metodologia orienta que a primeira peça de roupa que entrou no estoque seja também a primeira a sair. Dessa forma, evita-se que os itens se tornem ultrapassados.

Estoque mínimo
O estoque mínimo consiste em estabelecer a quantidade exata de cada peça armazenada. Esse método exige um controle sistemático, para que a compra de novos produtos aconteça no momento certo, sem causar escassez.

Preço médio
São considerados os custos médios dos produtos e não seus valores reais. Sua utilização é bastante comum e está dentro da legalidade. Costuma ser denominado também como método da média ponderada ou média móvel.

Just in time
Esse sistema é um pouco diferente dos demais, mas também bastante utilizado. Baseia-se no pensamento de que o aumento das vendas será possível se o estoque detiver a peça certa no volume e momento mais oportuno.

Em outras palavras, esse processo irá prover apenas as necessidades de consumo mais urgentes.

Empurra estoque
De um modo geral, é utilizado quando há estoques diferentes para uma mesma cadeia de distribuição, como também quando o local de armazenamento não consegue englobar toda a produção.

Puxar estoque
Essa técnica é voltada para o armazenamento de uma peça específica. Isto é, estima-se a procura dos clientes por um determinado produto e monta-se o estoque a partir disso.

Dicas para realizar gestão de estoque de lojas
Agora, chegou o momento de colocar em prática a gestão de estoque de sua loja. Para isso, dicas são sempre bem-vindas.

Cadastre e identifique
O primeiro grande passo para iniciar o controle de estoque é cadastrar todos os itens adquiridos. Nesse cadastro, deve constar as informações importantes do produto como data e valor de compra, valor de venda e uma descrição curta.

Para ficar mais fácil, separe por categorias de acordo com as características das peças. Dessa forma, é possível dividir por gênero, tamanho, cor e outras que forem convenientes.

Depois da separação, você deve identificá-las conforme as categorias criadas. Uma boa alternativa é implantar um sistema de código de barras. Assim, cada produto terá seu próprio código com todas as informações inseridas.

Esse processo permite maior controle do estoque e agilidade na busca pelas peças no dia a dia.

Dê baixa nos produtos vendidos
Essa pode ser considerada a dica mais importante, tendo em vista que, na maioria das vezes, o controle do estoque se perde justamente nessa etapa.

Toda peça vendida deve ter sua saída registrada no estoque, assim como foi aconteceu em sua entrada.

Deste modo, é possível ter controle sobre a quantidade de produtos ainda disponíveis, garantindo que a compra de novos itens ocorra no momento certo, como também evita que informações erradas sejam passadas ao cliente.

Analise seu estoque
Toda essa organização viabilizará diversas análises do seu estoque. Verifique item a item visando identificar quais são as peças mais procuradas e quais estão encalhadas, bem como os tipos de vestimentas que são mais procurados de acordo com o período do ano, e assim por diante.

Por meio dessas análises, você será capaz de reconhecer o comportamento dos seus clientes, para proporcionar a melhor experiência possível.

Além disso, você poderá prover mudanças nas escolhas das peças adquiridas e até investir em promoções para evitar prejuízo.

Tenha bons fornecedores
Estabelecer um bom relacionamento com os fornecedores, contribui para manter seu estoque em ordem. Escolha parceiros confiáveis e que cumpram os prazos de entrega combinados.

Dessa maneira, você pode programar suas compras com a certeza de que não ficará sem produtos no estoque.

Sem contar que essa boa relação permitirá a você negociar valores de compra e prazos de distribuição que sejam vantajosos para ambas as partes.

Conte com um software de gestão
Manter a gestão eficiente do estoque pode parecer uma tarefa bastante trabalhosa. No entanto, se a loja contar com um sistema integrado, o processo se torna otimizado.

Com um sistema, todas as informações do estoque são preservadas. Ou seja, você terá acesso de forma rápida a relatórios completos e atualizados sobre as condições do local, os itens disponíveis e os que precisam ser adquiridos.

O nosso programa é especializado na indústria têxtil e oferece soluções para os processos relacionados à venda e comercialização de roupas.

Inclusive na parte do estoque, nosso software concede uma identificação única de cada item em tempo real, dispensando a realização de contagens manuais frequentes. Esse processo garante precisão nas informações e ganho de tempo.

Ficou interessado?  Clique aqui e conheça nossos Softwares e Serviços

Posts Relacionados

Confira um pouco mais do nosso blog abaixo.
Eficiência Logística

Saiba Mais
Limite de Crédito: Como Definir ?

Saiba Mais
Organize suas Finanças: Planejado x Realizado

Saiba Mais